0 comments on “Escola Pública de Araguaína-TO Reaproveita Água Que Sai do Ar-Condicionado”

Escola Pública de Araguaína-TO Reaproveita Água Que Sai do Ar-Condicionado

Sabemos que a água é o nosso bem mais precioso. Também sabemos que se continuarmos com as mesmas atitudes, iremos sofrer as consequências dessa vida de gastos excessivos de água. Precisamos – e muito – nos conscientizar e mudarmos nossas atitudes.

E pensando assim é que alunos e professores de uma escola pública de Araguaína, interior de Tocantins, tiveram uma excelente ideia para evitar o desperdício de água.

Após perceberem a água que pinga do ar-condicionado diariamente, esses alunos pensaram em utilizar essa água acumulada para uso não potável. Ou seja, para outros fins que não sejam o consumo humano. Dessa forma, eles reaproveitaram toda a água que antes era desperdiçada de uma forma sustentável.

Anúncios
3 comments on “Dicas Para Economizar Usando O Ar-Condicionado”

Dicas Para Economizar Usando O Ar-Condicionado

Todos nós já sabemos dos benefícios do ar-condicionado e que ele é um grande aliado no verão. Esses fatores ajudam-no a ser utilizado não mais como uma opção de luxo, mas sim como um item essencial.

Porém, não podemos esquecer que o seu uso acaba proporcionando um gasto maior na conta de luz e, por isso, precisamos evitar gastos desnecessários ou fatores que influenciem em um maior consumo.

0 comments on “Conheça uma alternativa sustentável de Climatização: o Telhado Verde”

Conheça uma alternativa sustentável de Climatização: o Telhado Verde

O telhado verde é um telhado ecologicamente correto que possui uma vegetação natural plantada por cima da cobertura da casa, podendo esta ser laje ou não.

Trata-se de uma técnica de arquitetura que consiste na aplicação e uso de solo ou vegetação sobre uma camada impermeável, geralmente instalada na cobertura de residências e outras edificações.

1 comment on “Conheça o Ar-Condicionado que Dispensa o Uso de Eletricidade”

Conheça o Ar-Condicionado que Dispensa o Uso de Eletricidade

Ar-condicionado natural
(Imagem: The Uniplanet/editado)

O aparelho de ar condicionado já é considerado peça fundamental do nosso cotidiano. Quando estamos em casa, ele proporciona noites agradáveis de sono, livre dos mosquitos e do calor. Afinal, uma noite de sono mal dormida pode trazer um mal-humor e uma indisposição que podem durar o dia inteiro.

Mas sabemos que usufruir desse aparelho não tem um baixo custo. Por isso, o ideal seria possuí-lo sem gastar tanto, não é mesmo? Pois foi exatamente isso o que o pessoal de Bangladesh pensou para desenvolver o ar-condicionado que não necessita de energia elétrica.

Parece até ficção, mas ele é real e simples de se fazer. Pode ser feito com garrafas PET e um pouco de papelão, e pode reduzir em até 10º C a temperatura do ambiente.

Mas, antes de entender como funciona o “ar-condicionado natural”, é necessário entender o funcionamento de um ar-condicionado comum.

0 comments on “Restaurante reaproveita água do ar-condicionado e poupa 12 mil litros por mês”

Restaurante reaproveita água do ar-condicionado e poupa 12 mil litros por mês

Como falamos no artigo anterior, reaproveitar a água do ar-condicionado é uma possibilidade, seja para consumo humano ou para uso em geral. E foi isso que um restaurante de São Paulo fez.

A crise hídrica que afetou o estado de São Paulo no ano de 2015 foi considerada gravíssima e alertou a todos sobre os problemas que enfrentaremos daqui para frente se não fizermos nada a respeito. Dessa forma, muitas empresas se conscientizaram e acharam formas de economizar água, assim como o restaurante Sí Señor.

Restaurante Si Senor - SP
(Imagem: Sí Señor! Restaurantes/Reprodução)

1 comment on “A água que sai do ar-condicionado pode ser consumida?”

A água que sai do ar-condicionado pode ser consumida?

Conforme Sandra Maria de Lima, professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do estado do Mato Grosso, a água que sai do ar-condicionado é potável, baseada em sua pesquisa.

A pesquisa foi feita em 2015 em uma escola pública de Mato Grosso e consistiu em captar a água que saiu de um split de 24.000 BTUs após seis meses da última manutenção. Tecnicamente, no maior intervalo de limpeza possível e, portanto, na forma mais propensa a poluentes.

Foi possível constatar que a água que saiu do ar condicionado possuía magnésio, cálcio e outras substâncias consideradas satisfatórias para consumo pelo Ministério da Saúde. Porém, antes de consumida, a água deveria passar por um processo de adição de cloro para eliminar as impurezas e os coliformes.