Atualmente, o nosso país está passando , financeiramente falando, por um momento bem delicado. Diversos itens básicos do nosso cotidiano tiveram o seu valor aumentado consideravelmente, inclusive a conta de luz. Esta, chegou a receber classificações quanto ao tipo de cobrança. Desde o mês passado, a ANEEL, Agência Nacional de Energia Elétrica, autorizou as companhias de energia elétrica de todo o Brasil, exceto Amazonas, Amapá e Acre, a estipular bandeiras coloridas conforme as condições favoráveis – ou não – para geração de energia, como podemos ver na tabela abaixo:

E esta é a nova forma de classificação da energia elétrica no Brasil.
E esta é a nova forma de classificação da energia elétrica no Brasil.

Essas bandeiras já estão sendo utilizadas como teste desde 2013, mas sem acréscimo de valores para o consumidor final, a fim de deixar o público mais familiarizado. Para você ter ideia, em 2014 somente o mês de janeiro recebeu classificação amarela, sendo o restante do ano classificado como bandeira vermelha. Isso significa que, provavelmente, não será tão cedo que conheceremos o valor da conta com a bandeira verde.

Com isso, devemos atentar para economizar energia de todas as formas possíveis, inclusive com o uso consciente do ar-condicionado. A maioria das pessoas acredita que o aparelho de ar condicionado é considerado um dos grandes vilões da conta de luz, o que não é verdade. Ele se torna um vilão somente se você permitir.

Na maioria das casas, aquelas que não utilizam o ar-condicionado conscientemente, o aparelho pode ser responsável por 20% da conta de energia elétrica, podendo chegar a 30% em dias quentes, devido ao uso excessivo. Isso, na prática, pode significar R$ 80,00 adicionais na conta de luz, somente com ar-condicionado.

Para que possamos economizar sem nos desfazermos do conforto, devemos tomar alguns cuidados:

  • Nunca utilize o seu aparelho na potência máxima. Não é isso que define se a temperatura vai ficar mais baixa ou mais alta e sim a força que será utilizada para chegar à temperatura ideal. Usá-lo na metade da potência só fará com que ele resfrie o ambiente de forma um pouco mais lenta, mas com bastante economia.
  • Ao comprar um aparelho, peça a um técnico especializado para que faça o cálculo de potência necessária para o seu ambiente. Se quiser saber mais detalhes, clique aqui.
  • Desligue o aparelho sempre que não for mais utilizar o ambiente.
  • Ao instalar a parte externa do seu aparelho de ar condicionado, certifique-se de que o mesmo não está exposto ao sol. Se isso acontecer, proteja-o sem bloquear as entradas de ar.
  • Enquanto o aparelho estiver ligado, evite abrir e fechar portas e janelas, para que o ar não “fuja”, evitando esforço desnecessário do ar-condicionado.
  • Faça a manutenção e a limpeza regularmente, para evitar que as sujeiras ou peças defeituosas façam que o aparelho exija maior esforço.
  • Tape qualquer saída de ar do ambiente, seja uma fresta ou buracos por entre as paredes.

Se você seguir as recomendações acima, com certeza vai ter uma surpresa boa ao receber a sua conta no final do mês. Não se esqueça, a economia faz sobrar no orçamento, mas principalmente, contribui para o meio-ambiente.

tree

Até mais!

Editado por Esdras Nunes,
Anúncios

2 comentários

Deixe seu comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s